Encuentro Transfronterizo de Profesionales de Museos – Encontro Transfronteiriço de Profissionais de Museus

Museos y Accesibilidad – Museus e Acessibilidades

Informações adicionais, alojamento e locais de interesse

SEDE ETPM
Cine Teatro Marques Duque
Rua Serrão Martins,  7750-355 Mértola

HOTÉIS
Novembro em Mértola em termos de hotelaria é considerada época alta, porque é quando a vila é mais procurada devido à actividade cinegética e à Feira da Caça.
Ao reservarem devem dizer que vão participar no Encontro Transfronteiriço de Profissionais de Museus, afim de ter um desconto.
Hotel Museu (fica entre os 45 e 50€)   http://www.hotelmuseu.com/hotelmuseu.html
Residencial Beira Rio (fica entre os 35 e 40€)   www.beirario.pt

MUSEUS
Museu de Mértola, criado pela Câmara Municipal de Mértola em 2004, é composto por vários núcleos dispersos, na sua maioria localizados no Centro Histórico de Mértola. http://museus.cm-mertola.pt/museu.php

NÚCLEO DA BASÍLICA PALEOCRISTÃ. Sob o invólucro despojado de um moderno edifício, ocultam-se as ruínas de uma grande basílica paleocristã aberta ao culto do século V ao século VIII. A importância deste museu é a colecção lapidar paleocristã constituída por seis dezenas de lápides epigrafadas, trinta das quais se encontram expostas no local.
Esta basílica funerária foi construída sobre uma necrópole romana, onde já tinha havido enterramentos da Idade do Ferro, também aproveitada como assentamento de um vasto cemitério muçulmano.

NÚCLEO ROMÂNICO. Sob o edifício dos Paços do Concelho encontra-se instalado o núcleo romano do Museu. A musealização deste sítio, permitiu instalar um conjunto de fragmentos arquitectónicos sugerindo formas e funções da época em que a casa foi habitada.

NÚCLEO ARTE SACRA. Construída no século XVI sobre a porta de acesso ao porto antigo e medieval, a igreja da Misericórdia, hoje parcialmente desafecta ao culto, guarda um interessante acervo de arte sacra cristã. O corpo da igreja, a sacristia e outros anexos servem hoje de espaço expositivo.

NÚCLEO DE TECELAGEM. Uma das mais antigas artes tradicionais da região é, certamente, a tecelagem de mantas de lã. Nesta oficina, onde é ministrada formação contínua, uma cooperativa de tecedeiras encarrega-se de fazer sobreviver esta tradição. No espaço da própria oficina está organizada uma mostra de antigos instrumentos ligados à actividade da lã e do linho.
CIRCUITO DE VISITAS DA ALCÁÇOVA. Na vertente norte da encosta do Castelo, o possível forum da cidade romana cria uma plataforma artificial, suporte do imponente conjunto monumental de Myrtilis. Na Antiguidade Tardia, foram levantadas sobre o criptopórtico luxuosas construções religiosas; entre elas, um baptistério do século V/VI, na altura revestido de mármores e rodeado por um belo conjunto de mosaicos policromos, de que restam alguns fragmentos significativos, que apresentam uma rica figuração de animais e cenas de caça. Em época islâmica, no decurso dos séculos XII e XIII, toda esta zona é ocupada por um bairro habitacional.

CASA DE MÉRTOLA. Esta pequena habitação integra-se no emaranhado urbano de cariz mais popular que sobrevive até aos nossos dias.

NÚCLEO DA ACHADA DE SÃO SEBASTIÃO. No pátio da Escola secundária foi escavada e museografada a parte mais significativa de uma grande necrópole romana e tardo-romanSa sobre a qual se implantou no século XVI uma pequena capela dedicada a S. Sebastião.

NÚCLEO ISLÂMICO. Aproveitando os espaços e volumes dos antigos celeiros da Casa de Bragança, um moderno projecto arquitectónico e museográfico abriga a mais importante colecção de arte islâmica do Portugal

NÚCLEO DA FORJA DO FERREIRO. Pretende guardar a memória de uma das muitas profissões do passado que não conseguiu resistir às novas tecnologias. Além da bigorna e da forja com o seu fole, são expostas todas as ferramentas necessárias ao trabalho do ferro.

NÚCLEO DO CASTELO. Ocupando o local de antigas construções romanas e de um pequeno bairro fortificado de época islâmica, o castelo domina todo o povoado e serve de referência ao fragor de antigas batalhas, à memória de outros feitos.

A CASA DO MINEIRO – CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO. É o primeiro pólo permanente do Museu da Mina de São Domingos. A sua construção pretende ser um contributo para a reconstrução e dignificação da aldeia mineira. A Casa do Mineiro procura mostrar a realidade física do espaço de vivência de uma família mineira.
O Centro de Documentação e um espaço de recolha, arquivo, estudo e tratamento de documentação para ajudar a construir e dignificar o que resta da memória do complexo industrial da Mina de S. Domingos.

ALCARIA. O núcleo museológico de Alcaria dos Javazes situa-se numa pequena localidade do Concelho de Mértola e alia a arquitetura tradicional a linhas modernas, criando um interessante espaço de exposição, perfeitamente enquadrado com a envolvente patrimonial e paisagística.

Anuncios
A %d blogueros les gusta esto: